M.POLLO aposta em múltiplos canais de venda e abre e-commerce

by - janeiro 15, 2018


A M.POLLO aposta no ambiente digital para ampliar presença no mercado e alavancar as vendas. A abertura do e-commerce (https://loja.mpollo.com.br/) faz parte do Planejamento Estratégico da marca, que prevê três lojas conceitos – a primeira abriu em outubro na capital de Goiás – e a adoção do sistema de franquias a partir de 2019. As ações, embora desenvolvidas distintamente, têm como meta oferecer ao consumidor múltiplos canais de compras, permitindo que os fãs do Besouro trafeguem entre a plataforma virtual e o ponto de venda físico, tendência entre os webshoppers.

A loja on-line a cada mês ganhará uma nova funcionalidade para melhorar a experiência de compra dos fãs da M.POLLO. A ideia é atender boa parte do target da marca do Grupo MPL (Aparecida de Goiânia – GO) que se encontra em ambiente digital e buscar novos clientes. Afinal, de acordo com o relatório sobre a economia digital divulgado em outubro pela Conferência das Nações Unidas sobre o Comércio e Desenvolvimento (UNCTAD, na sigla em inglês), o Brasil ocupa o quarto lugar no ranking mundial de usuários de Internet. São 120 milhões de pessoas conectadas, ficando atrás somente dos EUA, Índia e China.


De acordo com o gestor de E-commerce da M.POLLO, Gabriel Bontempo, a expectativa é chegar ao final de 2018 com o e-commerce respondendo por 7% das vendas da marca M.POLLO. Para isso, o site vai para o ar adaptado às diferentes plataformas – desktop, notebook, celulares e tablet –, com todas as coleções da marca do Besouro 2017 disponíveis para entrega em até sete dias em qualquer parte do País.


A logística, considerada o calcanhar de Aquiles das lojas virtuais, será o grande diferencial da M.POLLO. Bontempo explica que o e-commerce usa a plataforma VTEX, uma das maiores do mundo, totalmente integrada ao ERP que controla o estoque. Cinco minutos depois da venda consumada, com o pagamento aprovado, o pedido entra no processo de separação e faturamento, que acontece no mesmo dia no Centro de Distribuição de 2 mil m², construído junto à matriz do Grupo MPL, em Aparecida de Goiânia (GO). Posteriormente, a ideia é permitir que os consumidores retirem suas compras nas lojas próprias da marca e, na sequência, nas multimarcas. Somado a isso, há uma Política de Devolução sem custos para o cliente.




Bontempo explica que os preços serão alinhados com os das lojas, mas com uma régua de promoções diferenciada, como o Black Friday, que é muito mais agressivo na Internet. A ideia é não conflitar com as lojas próprias e as multimarcas. Por sinal, este foi um dos motivos que levou a indústria a retardar o ingresso no varejo próprio. No entanto, o gestor do e-commerce reforça que o movimento em direção à loja virtual era inevitável. “Os próprios consumidores pediam. Além disso, esse é o formato com menor custo para entrar em mercados ainda não explorados”, observa Bontempo.

You May Also Like

0 comentários