Novidades
recent

Eu Quero Fugir / Runaway - Musica do Dia



Bom dia pessoal tudo bem com vocês?

Hoje digamos que a musica do dia vem em dose DUPLA, simmm dose dupla, ai vocês me perguntam nossa porque hoje é diferente?

É que na realidade uma é a versão da outra e eu gosto demais das duas.
Ontem lendo no portal PopLine sobre a visita que as meninas do Rouge fizeram a Lissah para conhecer a princesinha dela a Antonella que nasceu à poucos dias.


E é em encontros assim que nossas esperanças de um retorno delas sempre surge não é mesmo? E segundo elas próprias “QUEM SABE NÃO ACONTEÇA” afinal o tempo passou ( cerca de quase 15 anos desde o fim da banda) e o país todo, aliás o mundo todo, ainda canta seus sucessos como Ragatanga, Beijo Molhado, Um Anjo Veio me falar e Não dá pra resistir.

E nessa “vibe” uma música que eu sempre gostei muito se chama Eu quero Fugir lançada no ano de 2003 no álbum C'est La Vieque é uma versão de Runaway da banda irlandesa The Corrs que eu AMO DE PAIXÃO desde que eu me entendo por gente e por isso hoje a música é dupla.

Pois pra mim não tem como ouvir uma e não lembrar da outra.
Da o Play então e confira ai Eu Quero Fugir e claro Runnaway 







Ah e falando da mais nova "baby Rouge" Antonella não poderia deixar de compartilhar uma foto linda das duas.

#Repost @cheirodemamae (@get_repost) ・・・ O pós parto me destruiu, esmagou minha vaidade, matou meu desejo por mim mesma, minha vontade de me arrumar, de me olhar no espelho. O pós parto me fez trocar a maquiagem por olheiras , a escovinha no cabelo pelo coque , o perfume por vomito de criança ou leite de peito vazado. O pós parto me fez dormir em pé, sentada na privada, em frente ao fogão e até em uma nova modalidade : acordada, algo que nem sabia que era possível. O puerpério me atirou a dor física de uma amamentação difícil, de uma recuperação dolorosa, de hormônios que ferviam em turbilhão, de pessoas que até então,eram ausentes em minha vida e se faziam presentes apenas para palpitar. Eu gostaria de dizer que os primeiros dias em casa com meu bebe foram tranquilos, mas não foram . O pós parto me destruiu. A mulher deu espaço para a mãe , e assim ela permaneceu por muito tempo. Quantas foram às vezes que escutei " cuide de você " , mas a verdade é que o lado mãe já havia tomado conta e não parecia deixar o mulher voltar. Foi aos pouquinhos que mulher foi voltando, a mãe baixando a guarda... os banhos se tornando mais baratos, as roupas mais folgadas, a maquiagem voltando ao armário. O equilíbrio se estabelecendo .. Tudo tem seu tempo, seu momento certo. E quanto ao puerpério : ele vai passar... _ Texto: @mamaeamiga 😍 Foto: @masseya 🌹 Postado por: @cheirodemamae 💕
Uma publicação compartilhada por Li Martins Oficial (@limartinsoficial) em

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.