Novidades
recent

Otimize Seus Canais e suas Redes Sociais

 

Por.: Renan Ricci - Lomadee


Quem trabalha com a internet, seja um grande empresário, dono de ecommerce, blogueiros, Publishers da lomadee ou de qualquer outra plataforma de afiliados, sabe da importância de ter um site bem posicionado para os mecanismos de buscas como Google, Bing e Yahoo. Hoje vamos focar no Google, afinal ele é a maior referência mundial do negócio e aparecer bem ranqueado nele significa aparecer bem posicionado nos outros buscadores também.

Ao contrário do que você deve estar acostumado a ler por aí, SEO (Search Engine Optimization) vai além dos mais de 200 fatores (on e off page) que o Google exige que seu site cumpra para se destacar.
Otimização de site é entender, compreender e entregar exatamente aquilo que o seu público está buscando. Provocar a melhor experiência nesse visitante, aliás, experiência é a palavra-chave do Google. Para fazer isso de forma correta, basta pensar como o seu público pensaria. Fazendo uma pequena analogia, podemos lembrar aquela regrinha que aprendemos dos nossos pais: não faça ao próximo aquilo que não queira para si. Em outras palavras, não engane o público!

Imagine só, você está buscando por carros semi-novos no Google, o link da página e a descrição aparecem como você buscou, daí você clica e você é direcionado para um sex shop, ou simplesmente as informações de valores do carro, condições, cores não são a mesma que a sua busca descrevia. Imediatamente você vai voltar à busca ou fechar a janela e, adivinha? O robô do Google é tão esperto que vai entender que essa página não tem relevância para o usuário, abaixando sua importância cada vez mais, perdendo posições e ficando cada vez mais longe da primeira página.

Bom, para que esse e outros diversos problemas não ocorram com o seu negócio, vamos entender alguns pontos e saber por que investir seu tempo em SEO.

 


Aumento de tráfego e conversão

Quando o seu site está otimizado e mais bem posicionado nos mecanismos de busca, aparecendo, por exemplo, na primeira página, a chance das pessoas entrarem e possivelmente converterem é muito maior do que quem está na segunda ou terceira página. Fazendo um link com o que falamos acima sobre pensar como o seu público, responda a si mesmo: até qual página do Google você verifica os resultados? Eu, sinceramente, não passo da primeira, e você?

 

Tenha um conteúdo relevante e original

Um erro comum cometido principalmente por blogs menores é copiar conteúdo dos sites maiores e adivinha de novo? O robozinho do Google sabe (através de uma leitura por trás do seu site) qual é o conteúdo original. Assim que detectar o plágio de conteúdo, o Google vai tirar sua página do mecanismo de busca como punição. Portanto, não copie o coleguinha. Independente do tamanho e relevância do seu blog, pense sempre como um dos grandes, crie seu próprio conteúdo e torne-se referência naquilo que você faz. Consequentemente, você criará a melhor experiência para o seu usuário.
Outra prática indevida é copiar o conteúdo de outra página e trocar as principais palavras-chave por sinônimos. Isso é o que chamamos de “Content Spinning”. E sim, novamente o Google vai descobrir e te punir.

 

Não encha linguiça no seu conteúdo

Assim como o Google consegue detectar plágio e troca por sinônimos, ele também vai punir aquele texto forçado (cheio de palavras-chave) apenas para tentar ranquear algum termo específico. Isso é o que chamamos de “Keyword Stuffing”, portanto escreva e desenvolva conteúdo da forma mais natural possível, tente escrever apenas um termo chave por parágrafo e faça um double check. Se você gostar do que está lendo, possivelmente seu público também vai gostar.

Planejamento de Palavras-Chave

Tudo bem, a otimização do meu site serve para aumentar o tráfego, alavancar a minha conversão, melhorar minha relevância, dar visibilidade pra minha marca na internet, mas por onde eu começo?
Existem diversas ferramentas (pagas e gratuitas) que podem te auxiliar nesse processo, principalmente na escolha de palavras-chave, ou seja, termos específicos que você gostaria de aparecer na busca do Google. A principal delas e mais utilizada por analistas de SEO é o “Planejador de palavras chave” do Google Adwords. Essa ferramenta te dá informações completas de números de pesquisas mensais, por dia, região, etc.
Outra ferramenta muito utilizada é o Google Trends. Com ela você pode comparar a relevância para termos próximos, como Geladeira Brastemp ou Refrigerador Brastemp. Ela também é muito utilizada para verificar termos de produtos que possuem sazonalidade.

Link Building

Para explicar o Link Building, farei uma analogia com as eleições em que ninguém consegue se eleger sem obter muitos votos. Já com os sites acontece de forma parecida, que precisam de links externos que apontem para ele, porém com uma ressalva, não é a quantidade de links que vão os ajudar a ranquear, mas sim a qualidade deles. Então não adianta fazer milhares de parcerias com sites e blogs ruins (sem relevância), isso só vai dificultar a evolução da sua estratégia.

Concluindo com o checklist…

De forma bem resumida: seja autêntico, crie seu próprio conteúdo e fique atento a todas as regras do Google para não sofrer nenhuma penalidade ou sumir dos mecanismos de busca. Isso vai afetar diretamente as suas vendas.
Para te ajudar, preparamos um checklist para você analisar junto com o seu programador e avaliar os principais pontos que podem ser otimizados. Clique aqui e faça download.
Para conferir os pontos a serem melhorados diretamente no Google, clique aqui.
Caso tenha dúvidas ou sugestões, será um prazer trocarmos mais conhecimento nos comentários abaixo.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.