Header Ads

#
Novidades
recent

#SPFW - DIA 4

Em um dia onde muitos desfiles trouxeram (ainda bem) coleções masculinas para a passarela, observamos que o básico esta novamente em alta, sem exageros, cores mais sóbrias e detalhes minimalistas fazem dos desfiles de hoje algo que posso chamar de PERFEITO, confere ai


GLORIA COELHO

Gloria apresentou seu desfile em um auditório da faculdade Belas Artes. As modelos subiam ao palco, uma por uma, viravam vagarosamento de forma que podíamos ver as roupas sob todos os ângulos.
Para uma coleção rica como as de Gloria, a ideia pareceu perfeita, afinal, não é fácil desvendar um trabalho que tem como título “O Jardim no Mar Assimétrico”. Aliás, eu adoro o momento de ler seu release pois mostra o quão longe ela pode ir, a quantidade de referências que compõem o seu trabalho, de Kirigami a noites estreladas, de punk a férias no Mediterrâneo. E quando a gente olha para as roupas, com um olhar mais cuidadoso, conseguimos identificar onde cada uma delas está presente.
Gloria olhou para a arquitetura dos novos museus e de lá vieram as faixas e a assimetria, que são um dos principais motes da coleção.
Ela quis mostrar uma menina inteligente, conectada, que entende os novos símbolos da moda e que “não pensa com o sexo, e sim com o cérebro”.
Há uma nova praticidade nas roupas. Maiôs ou biquinis que podem ser usados sozinhos ou por baixo de lindos vestidos arquitetônicos, que por sua vez, podem ser usados de dia ou à noite. A assimetria é o ponto alto da coleção e resulta em construções muito bem pensadas, bonitas e contemporâneas. “Gosto de fazer desfile porque posso ser rebelde. Mas dessa vez tive uma preocupação de fazer rebelde com comercial”, ela disse pouco antes da apresentação.


QUER CONFERIR O DESFILE COMPLETO (CLICA AQUI)



AMIR SLAMA

Amir Slama retornou ao SPFW, desta vez com própria de moda praia de luxo ele que ficou conhecido quando tinha a Rosa Chá e, com ela, o SPFW teve alguns momentos inesquecíveis de quebras de padrão no beachwear. “Os tempos são outros agora”, ele diz no backstage pouco antes do desfile começar. “Eu mudei e o mercado mudou”.
Ele desfilou coleções feminina e masculina, cada uma com suas próprias inspirações. As meninas vestiam peças inspiradas no carnaval de rua dos anos 30 e 40 e em Brigitte Bardot nos anos 60, com uma pitada de Carmem Miranda seja em tons de Rosas, vermelhos e estampas misturam-se a franjas, babados e os recortes e vazados e tambémas peças com patchwork em jeans.
Agora, com a coleção masculina, Amir causou com sungas super cavadas, algumas quase com o “cofrinho” à mostra, e com muitos recortes e vazados nas laterais. Essa parte do desfile foi inspirado na estética fitness, mas com foco na praia e não nas academias. A maior parte das peças é em preto e/ou branco e há uma geometria construída a partir do próprio design das peças e de transparências.


QUER CONFERIR O DESFILE COMPLETO (CLICA AQUI )


MURILO LOMAS

Com um estilo mais despojado de homem moderno, Murilo Lomas trouxe para a passarela cores neutras, muito preto, porem em cortes modernos que valorizam a silhueta masculina e deixam no ar aquele gosto de quero mais. Revelando detalhes da silhueta esculpidas a dedo, e peças que valorizam cada cm de um homem que busca nao somente se vestir mais se apresentar de forma única sem deixar seu estilo impar de lado.



QUER CONFERIR O DESFILE COMPLETO ( CLICA AQUI)

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.