Novidades
recent

Blogueiras se organizam e buscam mudar a cultura de mídia na Região

É Com muita honra que digo.. SIM... ESTEREI LÁ... depois conto tudo para vocês.


Blogueiras se organizam e buscam mudar a cultura de mídia na Região

Por: Iara Voros (iara@abcdmaior.com.br)
Grupo produz conteúdo variado, registra boa audiência, mas tem dificuldade de vender espaço publicitário; tema vai a debate neste sábado
A carreira parecia certa. Formada em Direito e atuando na área, a moradora de São Bernardo Ana Carolina Coelho, 29 anos, decidiu largar tudo e viver daquilo que mais gostava: o seu blog. A página na internet com assuntos de moda, beleza e comportamento é sua única fonte de renda há dois anos.
Essa é a tendência entre diversos jovens, que iniciam as publicações como lazer e acabam em uma nova profissão que envolve o mercado digital. No entanto, no ABCD, o caminho percorrido pelas blogueiras tem sido mais difícil por uma questão cultural da maioria dos estabelecimentos, potenciais anunciantes.
“As empresas não têm cultura de anunciar e remunerar iniciativas como os blogs, estão mais ligadas às mídias tradicionais e oferecem apenas permutas, mas o nosso trabalho não é esse, e parece que vivemos em um mundo paralelo quando falamos sobre algumas iniciativas digitais com alguns empresários”, apontou.


O trabalho das blogueiras consiste em produzir conteúdo geral e, para sustentar a atividade, as idealizadoras das páginas buscam anunciantes ou patrocinadores das postagens. Se a moda é usar calça justa, por exemplo, e uma loja vende peças deste tipo e está disposta a divulgar a marca, as blogueiras entram como personalidades de impacto público, testam o produto realizam uma análise e acabam ditando tendências.

Organização

Para dar mais visibilidade e profissionalismo aos conteúdos regionais, diversas ações estão sendo realizadas. Uma delas acontece neste sábado (14/11), no shopping Praça da Moça, em Diadema, onde estarão reunidas 35 blogueiras do ABCD e algumas de São Paulo e de Minas Gerais, para discutir o potencial das páginas, as dificuldades encontradas, além de palestras sobre moda, maquiagem e demonstrativo de produtos.
“Não precisamos ir a São Paulo para encontrar coisas boas e queremos potencializar os estabelecimentos da Região. Participo de muitos eventos na Capital e aqui carecemos de iniciativas como essa”, afirma Andrea Jesus, 35 anos, que mantém seu blog há seis meses. A blogueira chega a render mil reais por mês com suas postagens, mas ainda não é o suficiente para deixar a sua profissão como relações públicas.
Outra mobilização é a fundação do Blog Together, que reúne atualmente 16 páginas de blogueiras interessadas em dedicar mais tempo às postagens e profissionalizar a produção. A sociedade é entre Ana Caroline Coelho e Suellen Gargantini, de 31 anos, que escreve sobre gastronomia, com dicas de restaurantes de culinárias diversas. “Por enquanto não ganho pelas minhas postagens e realizo algumas permutas, mas investi cerca de R$ 400 em um novo layout do blog e esperamos tornar as nossas produções mais rentáveis”, avaliou.
Para o professor na Escola de Comunicação da Universidade de São Caetano do Sul, Leandro Novi, não há ainda um entendimento formado por parte das empresas da Região quanto à capacidade das mídias digitais. Para ele, as blogueiras devem investir em outras formas de renda além dos patrocínios. “Se há intenção de viver com isso é preciso encarar como qualquer outra empresa, com a elaboração de um plano de negócios, investir em destaques em páginas de busca e utilizar a quantidade de visualizações nas páginas a favor do negócio”, pontuou o especialista.


                                                                  

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.