Novidades
recent

Batalha no café da manhã: cuscuz ou tapioca? Por Maria Clara Póvia


Não sei se já contei aqui, mas sou um mix de nordestina (mãe) com italiano (pai). Fato que interfere — e muito — nos meus hábitos alimentares e é no café da manhã que essa influência fica mais evidente. Muito antes de virar moda, a tapioca faz parte do cardápio da minha casa. Assim como o cuscuz de milho, que minha avó fazia brilhantemente, e eu junto com meus primos, nos deliciávamos.
Bom, diante da febre da tapioca, soube que o alimento é uma ótima pedida para dietas com restrição calórica por não conter glúten e dar mais energia ao organismo. Mas não sabia se o cuscuz também tinha suas vantagens nutricionais.
Fui investigar e perguntei para a nutricionista funcional Francesca Holanda — que é alagoana, mas atende em São Paulo — quais as diferenças entre os dois para saber se eu podia continuar me jogando nas iguarias nordestinas sem medo de levar o ponteiro da balança às alturas.
TAPIOCA
É feita de mandioca e água, boa opção para o café da manhã e para lanches intermediários. Dá energia ao organismo e, por não conter gliadina (um dos componentes do glúten), pode ser consumida por quem tem alergia ou é intolerante a essa proteína.
Desvantagens: É pobre em proteínas e vitaminas. Também pode causar obstipação intestinal e azia devido ao polvilho na massa.
Fique atenta: Aos recheios da tapioca. Os mais comuns são ovo mexido, atum, frango, além dos doces, como chocolate, morango, leite condensado, coco, etc. Para não elevar o índice calórico, fique nos básicos.
Meu jeito de comer: Faço uma tapioca bem fininha, coloco um pouquinho de manteiga e só. Às vezes, acrescento um ovo mexido e, nos finais de semana, arrisco as versões doces com geleia ou banana amassada com canela.
Calorias: 150g de tapioca tradicional, apenas com coco, contém, aproximadamente, 214 calorias.
CUSCUZ
A versão tradicional é feita com milho orgânico ralado ou farinha de milho flocada (eu compro o Flocão, da Yoki). Basta misturar com água, apenas para umedecer a massa, acrescentar uma pitada de sal e cozinhar na cuscuzeira. Não contém glúten e, ao contrário da tapioca, é rico em vitaminas, minerais e carboidratos. O ácido fólico presente no milho ajuda na prevenção de doenças cardíacas e a tiamina (vitamina B1) atua como neutrotransmissor para a memória, participando dos impulsos entre as células. É fonte de fibras e, ainda, controla o colesterol e aumenta a sensação de saciedade.
Fique atenta: O cuscuz não faz subir a pressão arterial, mas o excesso de sal sim. Portanto, não exagere.
Meu jeito de comer: Desde pequena, gosto de passar manteiga (pouca quantidade, juro!) e derramar café por cima (uma bizarrice minha). Mas a maneira mais comum é com leite, leite de coco ou com ovos mexidos.
Calorias: Uma porção de 150g tem, em média, 162 calorias.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.